Mensagem aos Paranaenses

“Prevenir é melhor que remediar”. Em se tratando de políticas públicas de segurança, esse ditado popular é muito pertinente, em função das insistentes tentativas de enfrentamento ao crime e a violência da forma tradicional de policiamento no Brasil, até os dias de hoje.

As estratégias de policiamento ou de prestação de serviço, que funcionaram no passado,não são mais eficazes. A meta pretendida, um aumento na sensação de segurança e bem-estar, não foi alcançada. A sociedade e o cidadão estão mais exigentes.

Tanto o grau e a natureza do crime e o caráter dinâmico das comunidades fazem com que a polícia busque métodos mais eficazes para prestar o seu serviço. Muitas comunidades urbanas enfrentam graves problemas, como: drogas ilegais (e legais, como: o cigarro, o álcool, dentre outras), violência de gangues, assassinatos, roubos e furtos.

É nesse cenário que encontramos a filosofia de Polícia Comunitária uma alternativa para a prevenção de crimes e violência, pois tem como premissa a parceria e co-participação entre comunidade e polícia.

Entendemos ser indispensável o apoio e a participação da população para que possamos, em conjunto, identificar problemas antecipadamente e, de forma preventiva, encontrar soluções definitivas para eliminar conflitos próprios de um grande Estado como é o Paraná. Para isso foi criada uma forma de integração entre polícia e comunidade, os Conselhos Comunitários de Segurança Pública (CONSEG’s).

Com a instauração dos CONSEG’s a população pode informar à polícia sobre os principais problemas da sua região, para que eles sejam solucionados de forma mais rápida e eficaz. Cada bairro tem um modo de viver, os problemas são diferentes em cada um deles, e nada melhor que os próprios moradores para identificá-los. Por isso a participação da população é essencial.

Estamos implantando uma política de segurança realista, participativa e compatível com os anseios da comunidade e das necessidades do Estado. É um trabalho árduo, mas certamente muito gratificante, e que só se concretizará quando em cada um dos 399 municípios do Paraná houver um CONSEG, em parceria harmônica e permanente, levando, dessa maneira, o nosso Estado para uma convivência melhor.
Recomendar esta página via e-mail: